>> Noticias VOLTAR

EM PLENA SEXTA-FEIRA, VÉSPERA DE CARNAVAL, O SINDICATO UNIÃO CONTINUA TRABALHANDO FIRME E FORTE EM DEFESA DOS DIREITOS DOS SERVIDORES DO JUDICIÁRIO PAULISTA.


Diretoria Executiva e Comitê de Crise propõem união de esforços com a APAMAGIS – Associação Paulista de Magistrados

O Presidente Wagner Souza, os Diretores e Membros do Comitê de Crise Wagner Souza - Presidente Sindicato União - Comarca de São Paulo, Maria Benedita Santana - Diretora Sindicato União - Comarca de São Paulo, Maria Cleide Leme - Diretora Sindicato União - Comarca de Ribeirão Pires, Decio Prado - Coodenador Sindicato União - Comarca de Itatiba, Marco Antonio Cavalcanti - Delegado Sindical - Comarca de Garça, Mara Medeiros - Perita Judicial e membro do Comitê de Crise - Comarca Santa Isabel, Paulo Roberto - Advogado e membro do Comitê de Crise - Comarca São Paulo, Prof. Anselmo Santos - Assessor Sindical e membro do Comitê de Crise - Comarca São Paulo, estiveram nesta sexta-feira, dia 05 de fevereiro de 2016  às 16 horas, reunidos com o Doutor Jayme Martins de Oliveira Neto, Presidente da APAMAGIS – Associação Paulista de Magistrados e sua Vice Presidente Juíza Vanessa Ribeiro Mateus, objetivando uma luta conjunta, em prol dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de São Paulo. Veja site Apamagis: → http://apamagis.com.br/website/Ler.php?type=1&id=34867

Foram debatidos dois temas:

1) Os Cursos de Nível Superior, Pós Graduação, Mestrado, MBA e outros Cursos Livres de qualificação oferecidos aos Magistrados, sejam extensivos aos Servidores nas Comarcas onde a APAMAGIS mantém Cursos e Convênios em andamento.

2) Proposta do Sindicato União: ATRAVÉS DE LEI, determinar que o corte mínimo a ser feito pelo Executivo no Orçamento Setorial, seja da ordem de 5,75%, ficando abaixo 0,25 %, dos 6% previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal e acrescentar na Lei, que seja previsto o calculo também sobre todo o excedente da Receita que houver no período do ano.

 

O Presidente da APAMAGIS se mostrou aberto em novas conversações para que se viabilize uma Pauta Propositiva em que possa ser defendida pela APAMAGIS e pelo SINDICATO UNIÃO, falou também da importância das duas entidades lutarem irmanadas para impedir o andamento da Reforma da Previdência a nível Federal, pois tal projeto prejudica tremendamente os Servidores e Magistrados.

A Diretoria Executiva e o Comitê de Crise avaliaram como muito produtiva a reunião, e vão trabalhar no sentido de elaborarem um documento com as necessidades dos Servidores para, junto com a APAMAGIS, estabelecerem uma Pauta mútua que possa ser defendida pelas duas instituições.

 

VOLTAR

Sindicato União @2005 - Todos os direitos reservados - Site em reconstrução, aguardem!