>> Noticias VOLTAR

Sindicato União, preocupado com os Servidores, manifesta apoio aos integrantes do Tribunal de Justiça Militar

 O Comitê de Crise, formado pelo Sindicato União, esteve reunido no dia 27 de outubro (última segunda-feira), com membros do Tribunal de Justiça Militar, Juiz Presidente, Paulo Adib Casseb, Juiz Vice Presidente, Fernando Pereira, e o Secretário, Gilson.

O Presidente do Sindicato União, Wagner, reafirmou o compromisso de lutar junto com o TJM/SP contra a proposta de extinção do referido Tribunal, pois com a extinção os maiores prejudicados seriam os Servidores, além de ser um retrocesso, e estes podem ser realocados prejudicando-os com seus benefícios. “Manifestamos nosso apoio incondicional ao Tribunal de Justiça Militar, pois entendemos que é uma justiça especializada, que tem cumprido com excelência, eficiência e celeridade o seu papel constitucional, iremos defender os direitos dos Servidores”, afirmou o Presidente do Sindicato União.

O Comitê de Crise manifestou-se sobre o Orçamento do Tribunal, enfatizando que o Sindicato União continuará com as tratativas para que não haja cortes no Orçamento e, se possível, incorporar mais verbas para que o TJM/SP possa fazer frente aos seus compromissos com os Servidores.

Foi comunicado ao Presidente Paulo Adib que o Sindicato União continuará lutando pelo PLC 42/2014-ALESP, que trata do Nível Universitário para os Oficiais de Justiça, para que haja isonomia, uma vez que já foi aprovado o Nível Universitário para os Oficiais de Justiça do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Finalmente, foi solicitado que o Presidente do TJM/SP elabore um Projeto de Lei Complementar transformando o cargo de Escrevente Técnico Judiciário para o Nível Universitário, daquela Corte.

 VEJA OFICIO, SOBRE O NÍVEL UNIVERSITÁRIO PARA ESCREVENTES.


Participaram da reunião: Wagner, Maria Cleide, Alex, Maria Benedita, Junior, Mara, Anselmo, Vanderlei e Almir.

 

 

VOLTAR

Sindicato União @2005 - Todos os direitos reservados